Instalando o glpi via command line tool CLI

Instalando o glpi via command line tool CLI

Instalando o glpi via command line tool CLI

GLPI - Command line tools

O glpi possui um wizard de instalação super simples e eficaz, contudo o provisionamento automático de uma instância do GLPI pode ser ainda mais simples através da cliinstall.php e cliupdate.php ambos ferramentas nativas oferecidas pelo projeto no diretório scripts, é interessante informar que essas ferramentas foram disponibilizaas oficialmente a partir do GLPI 9.2.2, e que anteriormente eram disponbilizados de forma não oficial no diretório tools1

O processo de instalação é super simples sua sintaxe é a seguinte;

acesse o diretório glpi

cd /var/www/html/glpi

Lista completa de opções acionando o –help

php scripts/cliinstall.php --help

Usage: scripts/cliinstall.php [ options ]
--help                 Display usage
--host|-h <string>     Mach–-ine hosting the database
--db|-d <string>       Database name (required)
--user|-u <string>     Database user (required)
--pass|-p [ <string> ] Database password (default: no passwo
--lang|-l <string>     Locale (default: en_GB)
--tests                Test configuration
--force|-f             Override existing configuration

Exemplo

php scripts/cliinstall.php \
--db=glpi \
--lang=pt_BR \
--user=glpi \
--pass=123456 

O Command line tools não soluciona as dependências do GLPi, ele apenas complementa a instalação que feita via interface web, processo bem conhecido pelos usuários GLPI

Outra curiosidade é que a execução do script não é tão rápida quanto gostaríamos, basicamente ela dura o mesmo tempo se não mais um pouquinho para carregar o schema padrão na base de dados, o schema está presente em glpi/install/mysql/glpi-empty.sql , o processo dura em torno de 50 segundos, então não se assuste se parecer que o seu script travou, tudo correndo como previsto a mensagem Done será exebida ao final.

Connect to the DB...
Database version seems correct (10.1.26) - Perfect!
Create the DB...
Save configuration file...
Load default schema...
Done

Ao final da instalação você poderá logar no GLPI. com as credenciais padrão.

glpi glpi e as demais

Atenção

É importante informar que não obtive sucesso ao utilizar a flag --test junto ao comando, sempre que o habilitava o arquivo config_db.php não era criado no diretório config, ainda não consegui confirmar se este é um comportamento padrão da flag ou algum erro no código.

Executando meu Script junto com a cli de instalação

Já que o Command line tools não soluciona as dependências do GLPI, resolvemos agregá-lo ao nosso script, possuímos opções para algumas distribuições como CentOS, Ubuntu e Debian, nesse exemplo abaixo é para o debian 9, o que fazemos abaixo é baixar o script que está no github com link encurtado no bit.ly

wget http://bit.ly/debian9glpi

Abaixo é possível executar o script informando os parâmetros.

bash debian9glpi \
-l https://github.com/glpi-project/glpi/releases/download/9.3.0/glpi-9.3.tgz \
-p senha \
-u usuario \
-b banco \
-d diretorio \
-a y

Descrição das opções;

-l link da versão do GLPI

-u usuário

-p senha

-b banco

-d diretório

-a y (Configuração automática)

A contrabarra \ foi apenas para deixar o comando mais legível poŕem ele pode ser inserido em uma única senteça.

Conclusão

Exceto pelo incoveniente da flag--test e o tempo elevado em popular o banco de dados pela shcema, esse incoveniente o script funciona como o esperado e pode ser um aliado se você deseja automatizar ainda mais o processo de provisionamento do GLPI.

Fonte:


  1. https://glpi-install.readthedocs.io/en/latest/command-line.html#command-line-tools ↩︎